sexta-feira, 11 de março de 2011


                          A figura do Tabernaculo no Antigo Testamento


Tabernáculo – Morada de Deus – No Velho Testamento - Grande barraca onde eram realizados os atos de adoração durante o tempo em que os israelitas peregrinaram pelo deserto, depois de sua saída do Egito ( Ex. 25-27). O tabernáculo continuou a ser usado até que o templo foi construído pelo rei Salomão em Jerusalém. No Novo Testamento não é mais necessário essa figura para habitação de Deus, Atos 7:48 – “...não habita o Altíssimo em casas feitas por mãos humanas...” – Em  I Co. 3:16 – “...sois o santuário de Deus e o Espírito de Deus, habita em vós”.


Altar do Holocausto – ficava fora do tabernáculo – No Velho Testamento -  lugar onde era sacrificado animais queimados em sinal de que o ofertante se dedicava completamente a Deus – Ex. 29:18 – Hb. 10:6 – No Novo Testamento essa figura foi substituída pela  Cruz de Jesus Cristo, onde ele se ofereceu de uma vez para sempre




Santo Lugar – parte do tabernáculo em que ficava a mesa dos pães da proposição"Os 12 pães, cada um pesando dois quilos, que eram arrumados em duas pilhas sobre uma mesa que ficava no SANTO LUGAR. Eles representavam a ALIANÇA das 12 tribos com Javé. Eram trocados no sábado, sendo os pães velhos comidos pelos sacerdotes (Lv 24.5-9; Êx 25.30, o Candelabro e o Altar do incenso.



 Altar do Incenso – ficava no tabernáculo no Santo Lugar – Ex. 30:1-10 – No Velho Testamento o incenso era uma resina aromática de certa arvores. Era queimada nas cerimônias de adoração a Deus. O incenso era símbolo das orações que subiam para Deus  - Salmos 141:2. 

 
 


Candelabro – Grande castiçal com 7 braços , cada um com a sua lâmpada – Ex. 25:31-40 – ficava no Lugar Santo do Tabernáculo - No Velho Testamento, representava a presença de Deus - No Novo Testamento o candelabro é um tipo de Cristo, nossa luz (Jo 1:4,5 – 8:12, 9:5) brilhando na plenitude do Espírito Santo.




Santíssimo  Lugar – A parte mais sagrada do Tabernáculo -  "Pequeno lugar atrás do véu do tabernáculo (e do templo), onde a presença de Deus permanecia; lugar onde somente o sumo-sacerdote podia entrar e onde era guardada a Arca da Aliança. (Levítico 16:1-34, II Crônicas 3:8-14)."




Arca da Aliança – ficava do Lugar Santíssimo do Tabernáculo - Ou arca de Deus(1Sm 3,3), era um cofre de madeira recamado de ouro (Ex 25,1-22), sinal visível da presença do Deus invisível no meio do povo. Aos israelitas não era permitido representar a divindade por meio de imagens ou esculturas. No entanto a fé precisa de suportes sensíveis e a arca preenchia tal necessidade. Tanta era a fé do povo na arca sagrada, que por vezes a levavam ao campo de batalha, persuadidos de que assim Deus mesmo lutaria a seu lado (1Sm 4,2-11). Era chamada da aliançaou também do testemunho, porque nela estavam guardadas as tábuas da Lei, base da aliança de Deus com Israel. A arca foi colocada no recinto do Santo dos Santos do templo de Jerusalém (1Rs 8,1-9). Perdeu-se com a destruição de Jerusalém em 587 aC (2Rs 25,1-21).


O mais alto cargo no sacerdócio (Levitico 16) em Israel, tinha como tarefa representar Israel no Dia da Expiação – Hebreus 9:7-8. No Novo Testamento essa figura representa Cristo – Hebreus 9:11-15.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Meu album de fotos.

Recent Visitors

Seguidores

Arquivos do blog